Pigmum

arte e outros riscos

Filtering by Tag: museu de arte contemporânea

Giro cultural: 9 exposições em cartaz no Nordeste para você visitar em agosto

Agosto tá aí e tem muita exposição de arte em cartaz no Nordeste só esperando pela sua visita! Pra te ajudar a entrar no segundo semestre com a programação cultural em dia, o Pigmum selecionou uma exposição em cada capital da região, como já virou tradição por aqui.

O destaque dessa vez vai para as 196 peças de arte africana que estão expostas no Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM), em São Luís (MA). Também tem o retorno de Rodrigo Braga ao Recife (PE) e uma retrospectiva de Zé Tarcísio em Fortaleza (CE). Mas vamos ao que interessa:

Salvador (BA)

Visão geral da exposição  'Transeunte',  na galeria RV Cultura e Arte

Visão geral da exposição 'Transeunte', na galeria RV Cultura e Arte

O artista e sua condição de sujeito no espaço urbano é o tema da exposição ‘Transeunte’, que reúne trabalhos dos paulistas Alex Hornest e Guilherme GAFI e dos baianos Ananda Nahu e Pedro Marighella. Esses artistas encontram na urbe o substrato de suas produções poéticas, não apenas a partir do trânsito pelas cidades, mas também se incorporando a elas. O resultado dessas vivências se materializa nos desenhos, pinturas e esculturas da coletiva.

'Pensamentos'  (2017) e  'Percepção'  (2017), tinta duco e acrílico sobre tela, de Alex Hornest

'Pensamentos' (2017) e 'Percepção' (2017), tinta duco e acrílico sobre tela, de Alex Hornest

'Contra-ataque'  (2017), acrílica e marcador sobre papel de Pedro Marighella

'Contra-ataque' (2017), acrílica e marcador sobre papel de Pedro Marighella

Obras  'Ibadan'  (2016) e  'Passarinhos'  (2016), da série  'Tropical',  de Ananda Nahu.  Técnica: acrílico sobre tela

Obras 'Ibadan' (2016) e 'Passarinhos' (2016), da série 'Tropical', de Ananda Nahu.  Técnica: acrílico sobre tela

SERVIÇO:

Exposição: Transeunte
Artista: Coletiva
Até 25 de agosto, de segunda à sexta-feira, das 10h às 18h e aos sábados, das 10h às 16h
Local: RV Cultura e Arte
Endereço: Av. Cardeal da Silva, 158, Rio Vermelho. Salvador - Bahia. Telefone: (71) 3347-4929
Entrada gratuita.
 


São Luís (MA)

Visão parcial da exposição  'Africana: o diálogo das formas' , que conta com 196 peças de arte africana

Visão parcial da exposição 'Africana: o diálogo das formas', que conta com 196 peças de arte africana

A capital maranhense recebe o acervo de arte africana do colecionador pernambucano Eduardo Couto. É a primeira vez que a coleção – iniciada há 23 anos – é exposta em seu conjunto. São 196 peças, entre máscaras, esculturas e objetos cerimoniais ou de uso cotidiano, de 62 povos que habitam 14 países do continente africano. A mostra pontua principalmente a sofisticação estética das obras e sua diversidade escultórica e semântica, associada às tradições e a funções sociais que permanecem até hoje, justificando assim a produção atual desse tipo de arte em uma região que apresenta produção artística cada vez mais diversa e contemporânea.

A sofisticação estética e as qualidades escultóricas das peças são o ponto alto da mostra

A sofisticação estética e as qualidades escultóricas das peças são o ponto alto da mostra

'Máscara Senufo ', da Costa do Marfim. Fotografia: Edgar Rocha

'Máscara Senufo', da Costa do Marfim. Fotografia: Edgar Rocha

'Máscara Gueledé' , do povo Iorubá, Nigéria. Fotografia: Edgar Rocha

'Máscara Gueledé', do povo Iorubá, Nigéria. Fotografia: Edgar Rocha

SERVIÇO:

Exposição: Africana: o diálogo das formas
Artista: Coletiva
Até 1 de novembro, de terça-feira a domingo, das 10h às 19h
Local: Centro Cultural Vale Maranhão
Endereço: Av. Henrique Leal, 149 – Praia Grande. São Luís - Maranhão.
Entrada gratuita.


Recife (PE)

'Mortalha Mútua' , uma das fotografias de Rodrigo Braga presentes na mostra

'Mortalha Mútua', uma das fotografias de Rodrigo Braga presentes na mostra

Após anos sem expor na capital pernambucana, Rodrigo Braga retorna ao Recife com a mostra ‘Agricultura da Imagem’, que já circulou por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza e foi vista por mais de 220 mil pessoas. Em suas fotografias e vídeos, o artista amazonense – que cresceu no Recife e hoje vive no Rio de Janeiro – traz a metáfora do fotógrafo como agricultor, que em seu ato de criação realiza o arado e o plantio das imagens. Ao montar suas cenas antes de fotografá-las, Braga vai de encontro à concepção de fotografia como captura do instantâneo. As imagens foram ‘cultivadas’ pelo artista ao longo dos últimos cinco anos, principalmente em suas andanças pela Amazônia.

Rodrigo Braga Agricultura da Imagem
Rodrigo Braga Agricultura da Imagem
Rodrigo Braga Agricultura da Imagem

SERVIÇO:

Exposição: Agricultura da Imagem
Artista: Rodrigo Braga
Até 6 de setembro, de terça à sexta-feira, das 9h às 17h, aos sábados e domingos, das 14h às 17h
Local: Museu do Estado de Pernambuco
Endereço: Avenida Rui Barbosa, 960, Graças. Recife – Pernambuco. Telefone: (81) 3184-3174
Entrada gratuita


Natal (RN)

Lucas MDS A Estrada é Longa

O vaqueiro, a cozinheira, a costureira, entre outras personagens do interior do Rio Grande do Norte ganham espaço na Galeria de Arte do SESC Cidade Alta por meio da pintura do potiguar Lucas MDS. Ao todo, são dez trabalhos – feitos em aquarela, acrílica, graffiti e aerografia – que colocam em evidência senhores e senhoras de mais idade, que levam suas vidas com simplicidade e muito trabalho. A abordagem curatorial busca reconhecer o valor dessas pessoas e de suas tradições em nossa sociedade. A exposição dá continuidade ao calendário de 2018 da galeria, que selecionou seis propostas via edital.

Lucas MDS A Estrada é Longa
38200076_2239515666089311_2247797028719427584_o.jpg

SERVIÇO:

Exposição: A Estrada é Longa
Artista: Lucas MDS
Até 5 de setembro, de segunda à sexta-feira, das 9h às 19h, exceto finais de semana e feriados
Local: Galeria de Arte do SESC Cidade Alta
Endereço: Rua Coronel Cascudo, 33, Cidade Alta. Natal – Rio Grande do Norte. Telefone: (84) 3133-0360
Entrada gratuita.


Maceió (AL)

Obras de Patrícia Melro. Técnica: pastel seco sobre papel linho

Obras de Patrícia Melro. Técnica: pastel seco sobre papel linho

Patrícia Melro Qual é o Seu Papel Galeria Gamma
Patrícia Melro Qual é o Seu Papel Galeria Gamma

Já na nova exposição da Galeria Gamma, o papel é a personagem principal! O material foi utilizado como suporte pelos nove artistas da mostra, que também foram desafiados a pensar sob uma perspectiva polissêmica, explorando outros significados possíveis dessa palavra, que em grego é expressa pelo termo ‘Xαρτί’. A dimensão social se confunde, portanto, à versatilidade física do material, que é colocada à prova em desenhos, pinturas, colagens, fotografias e até esculturas de papel.

Escultura feira de papel. Durante a abertura, a obra foi utilizada durante performance da artista Vera Gamma

Escultura feira de papel. Durante a abertura, a obra foi utilizada durante performance da artista Vera Gamma

O fotógrafo Felipe Camelo e uma de suas obras

O fotógrafo Felipe Camelo e uma de suas obras

SERVIÇO:

Exposição: Xαρτί: Qual o Seu Papel?
Artista: Coletiva
Até 30 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 14 às 19h e aos sábados, das 9h às 13h
Local: Galeria Gamma
Endereço: Av. Luiz Ramalho de Castro, 899, Jatiúca. Maceió – Alagoas. Telefone: (82) 3377-3979
Entrada gratuita.


Fortaleza (CE)

Público conferindo a exposição retrospectiva de Zé Tarcísio, durante a abertura

Público conferindo a exposição retrospectiva de Zé Tarcísio, durante a abertura

A obra e a intimidade de Zé Tarcísio se confundem nesta exposição retrospectiva que homenageia as mais de cinco décadas de produção artística do cearense. São mais de cem trabalhos expostos, entre pinturas, esculturas, instalações, fotografias e vídeos, que dividem o espaço com depoimentos do artista. O público é convidado o tempo todo a adentrar seu universo poético, que atravessa questões tanto pessoais como sociais. Entre as obras está ‘Regador’ (1974), que pertence ao acervo do Museu de Belas Artes do Rio de Janeiro e chegou a virar selo dos Correios em 1976.

'Regador'  (1974). Fotografia: Luiz Alves

'Regador' (1974). Fotografia: Luiz Alves

'Golpe'  (1973). Fotografia: Luiz Alves

'Golpe' (1973). Fotografia: Luiz Alves

'Padra Sobre Pedra'.  Fotografia: Luiz Alves

'Padra Sobre Pedra'. Fotografia: Luiz Alves

SERVIÇO:

Exposição: Zé – Acervo de Experiências Vitais
Artista: Zé Tarcísio
Até 30 de novembro, de terça à sexta-feira, das 9h às 19h e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 21h
Local: Museu de Arte Contemporânea do Ceará - MAC-CE
Endereço: Rua Dragão do Mar, 81 - Praia de Iracema. Fortaleza - Ceará (Centro Cultural Dragão do Mar de Arte e Cultura). Telefone: (85) 3488-8621
Entrada gratuita.


João Pessoa (PB)

Heloísa Maia On The Road Energisa
OFICIAL.jpg

A paraibana Heloísa Maia é uma cidadã do mundo! Atualmente radicada nos Estados Unidos, a artista – que tem 30 anos de carreira – já passou por várias partes do globo, sempre transformando em arte os rostos e sombras do cotidiano desses lugares. Aparentemente ela leva à sério o estilo de vida da geração beatnik, movimento sociocultural norte-americano que influenciou a juventude na década de 1960 e produziu livros célebres como o do escritor Jack Kerouac: ‘On The Road’, que também dá nome à exposição de Heloísa. Ao todo são 44 obras, entre desenhos e pinturas. Todas produzidas em 2018.

Heloísa Maia On The Road Energisa
Heloísa Maia On The Road Energisa

SERVIÇO:

Exposição: On The Road
Artista: Heloísa Maia
Até 9 de setembro, de terça-feira a domingo, das 14h às 20h
Local: Usina Cultural Energisa
Endereço: Rua João Bernardo de Albuquerque, 243, Tambiá. João Pessoa – Paraíba. Telefone: (83) 3221-6343
Entrada gratuita.


Teresina (PI)

Jader Damasceno Galeria Montmartre
Evaldo Oliveira Galeria Montmartre

A galeria Montmartre quer se aproximar ainda mais do público local e pra isso tem promovido uma série de exposições em outros espaços. Agora, levou pela segunda vez as pinturas de 21 artistas às paredes do restaurante Vertigo Gastrobar. A ideia é mostrar que a arte é o resultado da conexão do artista consigo mesmo, com o outro e com a sua condição espaço-temporal.

Galeria Montmartre Vertigo Gastrobar

SERVIÇO:

Exposições: Conexões
Artistas: Coletiva
Até 7 de outubro, de segunda-feira a domingo, das 12h às 00h
Local: Vertigo Gastrobar
Endereço: Rua Aviador Irapuã Rocha, 2370, Ininga. Teresina - Piauí. Telefone: (86) 3233-4338
Entrada gratuita.


Aracaju (SE)

Ofá Modê Galeria J Inácio

Fechando a lista, temos as esculturas de Josemir da Silva Costa, mais conhecido como Ofá Modê, cujo trabalho está diretamente ligado à iconografia das tradições de matriz africana, principalmente ao Candomblé. São 15 peças feitas de cimento e diferentes metais, expressando símbolos da cultura afro-brasileira. ‘Origem’ integra o edital 2018 de exposições da Galeria de Arte J. Inácio, mas acontece excepcionalmente no Corredor Cultural Wellington dos Santos ‘Irmão’, na sede da Secretaria de Estado da Cultura de Sergipe (Secult-SE), devido a reforma do prédio que abriga a galeria.

Ofá Modê Galeria J Inácio
Ofá Modê Galeria J Inácio

SERVIÇO:

Exposição: Origem
Artista: Ofá Modê
Até 6 de setembro, de segunda à sexta-feira, das 8h às 13h
Local: Corredor Cultural Wellington dos Santos ‘Irmão’
Endereço: Rua Vila Cristina, 1051, Bairro 13 de Julho (Secretaria de Estado da Cultura de Sergipe – Secult-SE). Aracaju – Sergipe. Telefone: (79) 3198-7803
Entrada gratuita.

Giro cultural: 9 exposições de arte em cartaz no Nordeste para começar bem o ano!

Que tal inserir um pouco de arte no roteiro das suas férias de verão pelo Nordeste? Pro ano começar com o pé direito, o Pigmum organizou esse primeiro giro cultural de 2018, pra você ficar por dentro das exposições que estão rolando na região.

E o destaque dessa vez vai para o número de mostras coletivas, que ocupam 2/3 da nossa lista! Outro fato que chama atenção é a presença de três exposições que questionam a censura e os recentes ataques que as artes visuais sofreram em 2017. Tem ainda a última etapa itinerante da 32ª Bienal de São Paulo, um projeto dedicado principalmente às instalações e a maior mostra de fotojornalismo do mundo.

Sério, gente, o giro cultural desse mês tá realmente especial! Confira:

Maceió (AL)

'O Grito',  instalação da artista alagoana Vera Gamma

'O Grito', instalação da artista alagoana Vera Gamma

Últimos dias para conferir a mostra 'Amor, Ordem e Progresso', que propõe a reflexão sobre o conturbado momento político e social do Brasil e como ele tem repercutido na arte e na liberdade de expressão. Em 2017, o fantasma da censura voltou a rondar às artes visuais e a Pinacoteca da Ufal não deixou que o ano acabasse sem falar sobre o assunto. Em parceria com a Galeria Gamma, a exposição reúne artistas alagoanos como Hilda Moura, Lucas Lamenha, Martha Araújo, Rogério Gomes e Viviani Duarte. Quem assina a curadoria é o artista mineiro Francisco Rosa, da galeria paulista Luis Maluf Art Gallery.

O nome da mostra faz uma brincadeira com a frase presente na bandeira do Brasil

O nome da mostra faz uma brincadeira com a frase presente na bandeira do Brasil

'Liberdade é com os pássaros' , obra de Martha Araújo

'Liberdade é com os pássaros', obra de Martha Araújo

'O caminho de todos nós',  instalação de Rogério Gomes

'O caminho de todos nós', instalação de Rogério Gomes

Exposição: Amor, Ordem e Progresso
Artista: Coletiva
Até 19 de janeiro, de segunda à sexta-feira, das 8h30 às 17h
Local: Pinacoteca Universitária da Ufal
Endereço: Praça Visconde de Sinimbu, 206, 1º piso - Centro. Maceió - Alagoas (Espaço Cultural Salomão de Barros Lima). Telefone: (82) 3214-1545 | 3214-1428
E-mail: pinaufal@gmail.com

SERVIÇO:


Natal (RN)

'Geni',  pintura sobre tela de Ariell Guerra. A obra homenageia a personagem da música  'Geni e o Zepelim' , de Chico Buarque

'Geni', pintura sobre tela de Ariell Guerra. A obra homenageia a personagem da música 'Geni e o Zepelim', de Chico Buarque

Já virou tradição! Todo mês de janeiro, a Pinacoteca Potiguar abre a mostra 'Estação Verão', que celebra a temporada mais quente do ano no Rio Grande do Norte, com um panorama atual das artes visuais no estado. Nesta edição, foram selecionados – via edital – 26 artistas e trabalhos em diversas linguagens, principalmente em pintura e desenho. Portanto, se você estiver curtindo suas férias pelas praias de Natal, não esqueça que o verão também está rolando na pinacoteca!

Obras de Daniel Macedo

Obras de Daniel Macedo

estação verão 2018 pinacoteca potiguar
Obras de Daniel Macedo em primeiro plano, dispostas em um dos salões da Pinacoteca Potiguar

Obras de Daniel Macedo em primeiro plano, dispostas em um dos salões da Pinacoteca Potiguar

Exposição: Estação Verão 2017/2018
Artista: Coletiva
Até 20 de janeiro, de terça a sexta-feira, das 8h às 17h; aos sábados, das 9h às 16h; e aos domingos, das 10h às 16h.
Local: Pinacoteca Potiguar
Endereço: Avenida 7 de setembro, s/n, Cidade Alta. Natal – Rio Grande do Norte. Telefone: (84) 3211-7056
Entrada gratuita.

SERVIÇO:


Fortaleza (CE)

Visitantes contemplam a obra do pernambucano Gilvan Samico. Fotografia: Luiz Alves

Visitantes contemplam a obra do pernambucano Gilvan Samico. Fotografia: Luiz Alves

A 32ª Bienal de São Paulo foi aberta em 2016 na capital paulista e desde que encerrou sua temporada no Parque do Ibirapuera, a mostra iniciou suas itinerâncias pelo Brasil. Agora é a vez do Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC-CE) receber a Bienal, que é a principal exposição de artes do país e uma das maiores do mundo. Neste recorte, participam 15 artistas e coletivos de países como Suécia, Chile, Turquia, Zimbábue, França e África do Sul. Entre os brasileiros, estão Bárbara Wagner, Wilma Martins e o pernambucano Gilvan Samico (in memoriam). O eixo central da 32ª edição da Bienal é a reflexão sobre as estratégias oferecidas pela arte contemporânea para acolher ou habitar incertezas, diante das constantes mudanças que interferem nas condições atuais da vida no planeta.

Abertura da etapa cearense da 32ª Bienal de São Paulo. Fotografia: Luiz Alves

Abertura da etapa cearense da 32ª Bienal de São Paulo. Fotografia: Luiz Alves

Obra integrante da 32ª Bienal de São Paulo. Fotografia: Luiz Alves

Obra integrante da 32ª Bienal de São Paulo. Fotografia: Luiz Alves

Entrada do Museu de Arte Contemporânea do Ceará. Fotografia: Luiz Alves

Entrada do Museu de Arte Contemporânea do Ceará. Fotografia: Luiz Alves

Veja um vídeo que apresenta alguns dos trabalhos presentes na 32ª Bienal de São Paulo:

Exposição: 32ª Bienal de São Paulo – Incerteza Viva
Artista: Coletiva
Até 28 de janeiro, de terça à sexta-feira, das 9h às 19h e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 21h
Local: Museu de Arte Contemporânea do Ceará - MAC-CE
Endereço: Rua Dragão do Mar, 81 - Praia de Iracema. Fortaleza - Ceará (Centro Cultural Dragão do Mar de Arte e Cultura). Telefone: (85) 3488-8621
Entrada gratuita.

SERVIÇO:


Teresina (PI)

Os desenhos provocadores de Edilberto Sobrinho

Os desenhos provocadores de Edilberto Sobrinho

Sabe aquele tipo de arte que incomoda as mentes mais conservadoras? A intenção da mostra 'Arte Alternativa Piauiense' é abrir espaço à resistência artística e trazer para Teresina as discussões sobre censura e liberdade de expressão. A coletiva apresenta o trabalho de 11 artistas, com pinturas, fotografias e desenhos que deixam bem claro que a arte não está nem um pouco preocupada em seguir padrões impostos por uma sociedade falso-moralista. Vale acrescentar que a mostra não é indicada para menores de 16 anos.

Einstein sob nova perspectiva. Grafite sobre papel de Edilberto Sobrinho

Einstein sob nova perspectiva. Grafite sobre papel de Edilberto Sobrinho

Ao todo, 11 artistas participam da mostra. Fotografias: Daniel Cardoso

Ao todo, 11 artistas participam da mostra. Fotografias: Daniel Cardoso

arte alternativa piauiense

Exposição: Arte Alternativa Piauiense
Artista: Coletiva
Até 31 de janeiro, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados, das 9h às 13h
Local: Casa da Cultura de Teresina
Endereço: Rua Rui Barbosa, 348, Centro, Teresina – Piauí. Telefone: (86) 3215-7849
Entrada gratuita.

SERVIÇO:


Salvador (BA)

A foto de Francis Pérez, da Espanha, venceu o primeiro prêmio da categoria  'Natureza' . Mostra uma tartaruga envolvida por restos de redes na costa de Tenerife

A foto de Francis Pérez, da Espanha, venceu o primeiro prêmio da categoria 'Natureza'. Mostra uma tartaruga envolvida por restos de redes na costa de Tenerife

Pelo segundo ano consecutivo, Salvador recebe a mais importante exposição de fotojornalismo do mundo, a 'World Press Photo' (WPP)! A 60ª edição da mostra reúne 154 imagens sobre temas que marcaram o mundo em 2016, como a crise dos refugiados diante dos conflitos na África e Oriente Médio. O Rio de Janeiro também foi cenário de imagens vencedoras nas categorias 'Esportes' e 'Assuntos Contemporâneos'. O Brasil é destaque ainda com a participação dos fotógrafos brasileiros Lalo de Almeida e Felipe Dana.

O fotógrafo francês Mathieu Willcocks registrou refugiados presos em um barco que contém mais de 500 pessoas, na costa da Líbia

O fotógrafo francês Mathieu Willcocks registrou refugiados presos em um barco que contém mais de 500 pessoas, na costa da Líbia

A foto registrada pelo turco Burhan Ozbilici mostra o assassinato do embaixador russo Andrei Karlov, pelo policial Mevlut Mert

A foto registrada pelo turco Burhan Ozbilici mostra o assassinato do embaixador russo Andrei Karlov, pelo policial Mevlut Mert

O ensaio do brasileiro Lalo de Almeida, da Folha de S. Paulo, mostra bebês com microcefalia, vítimas da Zika no Nordeste

O ensaio do brasileiro Lalo de Almeida, da Folha de S. Paulo, mostra bebês com microcefalia, vítimas da Zika no Nordeste

Exposição: World Press Photo 2017
Artistas: Coletiva
Até 4 de fevereiro, de terça a domingo, das 09 às 18h
Local: Caixa Cultural Salvador
Endereço: Rua Carlos Gomes, 57, Centro. Salvador – Bahia. Telefone: (71) 3421-4200
Entrada: Entrada franca

SERVIÇO:


Recife (PE)

Na instalação  'Oxigênio' , Roberto Vietri reproduziu uma praia no interior da Galeria Janete Costa

Na instalação 'Oxigênio', Roberto Vietri reproduziu uma praia no interior da Galeria Janete Costa

Em sua primeira exposição individual no Nordeste, o paulistano Roberto Vietri reproduziu uma praia dentro da Galeria Janete Costa para questionar as possibilidades de construção da arte, diante da fragilidade de políticas públicas de fomento e incentivo à cultura, tão frágeis como um castelo de areia. Vietri foi um dos contemplados pelo Edital de Artes Visuais do Recife de 2015 (!), mas só agora a exposição saiu do papel (ou seja, só agora ele recebeu parte do cachê – outros artistas ainda estão no aguardo). De teor político e conceitual, a exposição apresenta vídeos, instalações e fotografias. Na Instalação ‘Oxigênio’, o público é desafiado a ler textos que são constantemente engolidos pela areia inquieta da praia reproduzida no espaço interno. A obra é inspirada na localização privilegiada da galeria, que fica próxima à praia de Boa Viagem.

A mostra apresenta ainda vídeos e fotografias

A mostra apresenta ainda vídeos e fotografias

O artista Roberto Vietri, selecionado pelo Edital de Artes Visuais do Recife de 2015, só agora recebeu parte do cachê pela Prefeitura do Recife

O artista Roberto Vietri, selecionado pelo Edital de Artes Visuais do Recife de 2015, só agora recebeu parte do cachê pela Prefeitura do Recife

A exposição insere-se também como um protesto e um debate sobre os escassos investimentos do poder público em cultura

A exposição insere-se também como um protesto e um debate sobre os escassos investimentos do poder público em cultura

Exposição: Desmanche Construção (dis) Junção: Oxigênio e Outros Trabalhos
Artista: Roberto Vietri
Até 8 de fevereiro, de quarta a sexta-feira, das 12h às 20h e aos sábados e domingos, das 14h às 20h
Local: Galeria Janete Costa
Endereço: Avenida Boa Viagem, s/n, Boa Viagem – Recife – Pernambuco (Parque Dona Lindu). Telefone: (81) 3355-9825
E-mail: galeriajanetecosta@gmail.com
Entrada gratuita

SERVIÇO:


São Luís (MA)

Visão geral da exposição Hiorlando

Visão geral da exposição Hiorlando

Uma exposição no mínimo curiosa está em cartaz no Centro Cultural Vale Maranhão (CCVM). São cerca de 80 peças esculpidas em madeira por Hiorlando, um artista popular do município de Água Doce do Maranhão (MA), revelado a partir de um projeto do CCVM que localiza e registra artesãos em atividade no estado. O artista, que nasceu em 1963, começou a esculpir há pouco mais de 10 anos, depois que um acidente o afastou de seu trabalho como estivador marítimo. Porém, até então, Hiorlando apenas presenteava amigos e vizinhos com seus bichos, que ele mesmo chama de 'bichos da água e do seco'. Até pela história a visita já vale a pena, né?

Peças esculpidas em madeira por Hiorlando

Peças esculpidas em madeira por Hiorlando

hiorlando centro cultural vale maranhão

Exposição: Hiorlando
Artista: Hiorlando
Até 11 de fevereiro, de terça-feira a domingo, das 10h às 19h
Local: Centro Cultural Vale Maranhão
Endereço: Av. Henrique Leal, 149 – Praia Grande. São Luís - Maranhão.
Entrada gratuita.

SERVIÇO:


João Pessoa (PB)

A Estação das Artes abriu seu pavilhão para a montagem de instalações do projeto  'Instale-se'

A Estação das Artes abriu seu pavilhão para a montagem de instalações do projeto 'Instale-se'

Mais de 35 artistas paraibanos estão reunidos na Estação das Artes para o projeto 'Instale-se', que está oferecendo uma residência artística aberta para ocupação principalmente com instalações. A ideia é que os artistas possam montar seus trabalhos livremente e em seu próprio tempo, inclusive durante o período de visitação da mostra. A cada nova inserção, a exposição se transforma, oferecendo sempre algo novo aos visitantes. Além de instalações, o projeto ‘Instale-se’ também apresenta e recebe pinturas, esculturas, fotografias e outras linguagens contemporâneas.

A ideia é manter um fluxo contínuo de montagem, respeitando o ritmo de trabalho de cada artista

A ideia é manter um fluxo contínuo de montagem, respeitando o ritmo de trabalho de cada artista

instale-se estação das artes

Exposição: Instale-se
Artista: Coletiva
Até 2 de março, de terça a sexta-feira, das 9h às 18h e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 19h.
Local: Estação das Artes
Endereço: Rua João Cyrillo, s/n, Altiplano. João Pessoa – Paraíba (Estação Cabo Branco). Telefone: (83) 3214-8303 | 3214.8270
Entrada gratuita.

SERVIÇO:


Aracaju (SE)

Visão geral da exposição individual de Fábio Sampaio

Visão geral da exposição individual de Fábio Sampaio

A exposição individual do paulista Fábio Sampaio, radicado em Aracaju desde 1991, continua em cartaz na Galeria Jenner Augusto. A exposição foi inaugurada no último mês de agosto, integrando a programação da 'Mostra Aracaju 2017', tradicional evento de arquitetura e design da cidade. O cotidiano da vida doméstica é o eixo central da exposição, que foi dividida em duas partes. Na primeira – 'Duas Cidades', a pintura expressa o que de melhor o artista absorveu a partir de suas moradas em São Paulo e Aracaju. Já em ‘Desenhos Líquidos', objetos corriqueiros da experiência doméstica – como sprays de inseticida e rolos de fita adesiva – adquirem resignificação poética em pequenas instalações.

A pintura de Fábio Sampaio é uma constante invocação à memória afetiva sobre o morar/habitar

A pintura de Fábio Sampaio é uma constante invocação à memória afetiva sobre o morar/habitar

Nesta instalação, o artista deu nova utilidade a rolos de fita adesiva

Nesta instalação, o artista deu nova utilidade a rolos de fita adesiva

Exposição: (Re)invenção da Paisagem Doméstica
Artistas: Fábio Sampaio
Continua aberta ao público sem data definida para encerramento, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h
Local: Galeria Jenner Augusto
Endereço: Rua Leonardo Leite, 148 – São José. Aracaju – Sergipe (Sociedade Semear). Tel: (79) 3022-2052.
E-mail: sociedadesemear@infonet.com.br
Entrada gratuita.

SERVIÇO: