Pigmum

arte e outros riscos

15 vezes em que Cândido Portinari transformou a força dos trabalhadores em arte

Todo mundo sabe que Cândido Portinari é considerado o maior artista visual brasileiro, reconhecido internacionalmente e tudo mais. Mas você já percebeu que, além das cenas infantis e dos retirantes, Portinari dedicou grande parte de sua obra a retratar trabalhadores exercendo as mais diversas funções?

  1 -  'Café'  (1935), Cândido Portinari

1 - 'Café' (1935), Cândido Portinari

Neste 1º de maio, Dia do Trabalhador, são as pinturas desse grande artista que prestarão reverência ao suor e à labuta diária dos milhões de brasileiros que andam ainda mais massacrados nesses tempos sombrios de retirada de direitos trabalhistas.

  2 -  'O Mestiço'  (1934), Cândido Portinari

2 - 'O Mestiço' (1934), Cândido Portinari

  3 -  'O Lavrador de Café'  (1934), Cândido Portinari

3 - 'O Lavrador de Café' (1934), Cândido Portinari

A maior parte dessas imagens foram pintadas entre 1936 e 1945, quando Portinari realizou vários murais sobre os ciclos econômicos do Brasil, dando evidência aos trabalhadores durante a colheita de arroz, milho, algodão, borracha e, claro, café.

  4 -  'Colheita de Arroz'  (1957), Cândido Portinari

4 - 'Colheita de Arroz' (1957), Cândido Portinari

  5 -  'Colheita de Milho'  (1959), Cândido Portinari

5 - 'Colheita de Milho' (1959), Cândido Portinari

  6 -  'Borracha'  (1948), Cândido Portinari

6 - 'Borracha' (1948), Cândido Portinari

Portinari nasceu em 1903 e era filho de imigrantes italianos. Nasceu numa fazenda de café, no interior de São Paulo e sua produção artística costumava fazer referência a esse período de sua infância e juventude. Ele se dizia impressionado principalmente pelos pés dos trabalhadores, que não por acaso são destacados em suas criações.

  7 -  'Café'  (1940), Cândido Portinari

7 - 'Café' (1940), Cândido Portinari

  8 -  'Colheita de Café'  (1957), Cândido Portinari

8 - 'Colheita de Café' (1957), Cândido Portinari

  9 -  'Colheita de Feijão'  (1957), Cândido Portinari

9 - 'Colheita de Feijão' (1957), Cândido Portinari

Com o passar do tempo, a pintura de temática social foi se tornando cada vez mais relevante na produção artística de Portinari e os horrores da Segunda Guerra Mundial sensibilizaram bastante o artista, que acabou se engajando politicamente no Partido Comunista.

  10 -  'Mulheres Carregando Lenha'  (1957), Cândido Portinari

10 - 'Mulheres Carregando Lenha' (1957), Cândido Portinari

  11 -  'Colheita de Algodão'  (1937), Cândido Portinari

11 - 'Colheita de Algodão' (1937), Cândido Portinari

  12 -  'Colheita de Cacau'  (1954), Cândido Portinari

12 - 'Colheita de Cacau' (1954), Cândido Portinari

  13 -  'Chorinho'  (1942), Cândido Portinari - Porque músicos também são trabalhadores

13 - 'Chorinho' (1942), Cândido Portinari - Porque músicos também são trabalhadores

Além das cores vibrantes, o que torna essas imagens tão verdadeiras é o esforço estampado no rosto e nas expressões corporais de cada personagem. Portinari conseguia captar isso. Força e resistência transformada em arte.

  14 -  'Menino do Tabuleiro'  (1947), Cândido Portinari

14 - 'Menino do Tabuleiro' (1947), Cândido Portinari

  15 -  'Cana de Açúcar'  (1938), Cândido Portinari

15 - 'Cana de Açúcar' (1938), Cândido Portinari

Que todos nós, trabalhadora/es, sejamos capazes de lutar!