Pigmum

arte e outros riscos

Ainda dá tempo de inscrever o seu trabalho para o ‘X Congresso Internacional de Estética e História da Arte’

E aí, pessoal, tudo bem com vocês?

O Pigmum passou por um curto período de inatividade, mas já está de volta e com novidades!

Pra começar, precisamos falar sobre o X Congresso Internacional de Estética e História da Arte, que vai rolar em São Paulo, entre os dias 24 e 27 de outubro, com o tema: ‘Escrita da História e (Re)construção das memórias: arte e arquivos em debate’.

Galeria de Arte da Unifor

O evento é promovido pelo Programa de Pós-Graduação Interunidades em Estética e História da Arte (PGEHA) da Universidade de São Paulo (USP) e está com chamada aberta para submissão de artigos até 5 de agosto. Podem participar estudantes de graduação, pós-graduação, artistas e pesquisadores de áreas afins.

Pois é, tá em cima da hora, né? Mas se correr ainda dá tempo! Todo mundo sempre tem guardado aquele trabalho final de disciplina ou aquele texto não-finalizado perdido no Google Drive. Que tal aproveitar esses primeiros dias de agosto para sentar e concluir mais uma obra-prima acadêmica? A inscrição, inclusive, tá custando só R$ 50 Fora Temer (antes conhecido como Real). A mão de se inscrever chega a tremer.

  Prédio onde fica o PGEHA, promotor do congresso  

Prédio onde fica o PGEHA, promotor do congresso  

X Congresso de Estática e História da Arte

E convenhamos: o tema é super pertinente, né? Não é de hoje que os artistas contemporâneos têm se apropriado dos mais inusitados materiais e experimentado os mais diversos métodos e linguagens em suas produções. Nesse contexto, como registrar, arquivar ou colocar em circulação obras de arte que muitas vezes são efêmeras ou se diluem no espaço-tempo?

A coisa ainda se torna mais complexa se a gente levar em consideração as obras desenvolvidas e difundidas em tecnologias digitais. Como continuar escrevendo a história da arte (canônica, fundamentada em períodos e estilos estéticos definidos) se nos deparamos agora com narrativas multisequenciais, não lineares e transmidiáticas? Se é tudo ao mesmo tempo, o tempo todo, como será o museu do futuro?

Contemplando Arte

Eu tô sempre pensando sobre isso e, acredite, essas questões ainda estão no olho do furacão da revolução digital, mas o seu artigo também pode se encaixar em uma das quatro linhas do PGEHA: Teoria e Crítica da Arte; Metodologia e Epistemologia da Arte; História e Historiografia da Arte; e Produção e Circulação da Arte.

O congresso tem o objetivo de ‘reunir e apresentar as diversas vertentes de investigação que visam a construção da história’ e de ‘refletir sobre o lugar da cultura e da arte na sociedade contemporânea, onde o tempo se acelera e o espaço se comprime’ (Eu achei tão bonita essa parte!). Gente, imperdível, viu? Se inscrevam!


Serviço: 

 

X Congresso Internacional de Estética e História da Arte
De 24 a 27 de outubro
Local: Auditório Cidade Universitária (USP)

 

Submissão de artigos até 5 de agosto

Inscreva seu trabalho!